Ter ideias criativas
é a nossa diversão.

Requinte Buffet tem estrutura adaptada as normas de acessibilidade

28 de julho de 2011 Por elevare em Blog
rampa acesso

Espaços internos e externos da casa de recepções obedecem à lei

A Lei de Acessibilidade foi regulamentada em 2004. Mas não são todos os empreendimentos que possuem a preocupação de adequar seus espaços a essas normas. O Requinte Buffet é uma das empresas locais que possui estrutura adaptada a cadeirantes e deficientes físicos. A casa de recepções está em conformidade com a legislação que prevê que sempre que houver a construção, ampliação ou reforma de edifícios privados destinados ao uso coletivo, deverão ser observados alguns requisitos de acessibilidade.

O Requinte Buffet possui rampas de acesso com a inclinação adequada e que respeitam a continuidade, isto é, facilitam a locomoção do cadeirante. Essa estrutura é adaptada é observada desde a entrada principal. O Espaço Diamante, por exemplo, possui estrutura ampla e as portas são largas para acomodar todos os públicos. A marcação no piso também é outro ponto que favorece o deslocamento interno de pessoas com deficiência visual. Além disso, há banheiros exclusivos adaptados a pessoas com mobilidade reduzida e que são dotados de suportes nas paredes e acessórios em tamanhos adequados. “Quando fizemos a reforma, essa foi uma das nossas principais preocupações. Por isso, o projeto foi realizado por uma arquiteta da cidade que obedeceu as normas de acessibilidade previstas no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura”, explica Espedito Júnior, gerente comercial do Requinte.

Ainda nesse mês, o assunto acessibilidade foi discutido durante audiência pública promovida pela Promotoria de Justiça de Defesa da Pessoa com Deficiência e do Idoso e que contou com a participação de representantes do poder público municipal e ainda associações ligadas a defesa dos direitos das pessoas com deficiência. A audiência tratou de questões sobre rampas sem acesso, bueiros, batentes, canteiros, fluxo de pessoas e ocupação irregular das calçadas. Quando questionado sobre espaços privados que respeitam a legislação vigente, um dos representantes da Adefim citou a estrutura do Requinte Buffet como exemplo.

Essa não é a primeira vez que a casa de recepções comandada por Socorro Paiva demonstra preocupação com acessibilidade. Ainda esse ano, o Requinte foi um dos apoiadores e sediou o Fórum das Mulheres com Deficiência de Mossoró e Região. A atitude do buffet foi elogiada pelos diversos segmentos da cidade ligados à causa.

www.requintebuffet.com